A importância das palhetas para uma limpeza eficiente do para-brisa, principalmente em época de chuva.

A segurança dos condutores e passageiros dos veículos de passeio é imprescindível na hora de dirigir, não há nenhuma dúvida. Por isso, é muito importante manter todos os itens do carro em ordem, e isso inclui as palhetas limpadoras. Além disso, o conjunto de limpeza do para-brisas em condições de uso são obrigatórios, como estabelece o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Os limpadores com mau estado de conservação, por exemplo, com a borracha ressecada podem interferir diretamente no campo de visão do motorista, o que pode ocasionar acidentes.

Quando o limpador está com a borracha ressecada, dura ou desgastada há riscos de criar marcas e superfícies rugosas no para-brisa, o que causa uma marca no vidro que ficará danificado e, consequentemente, diminuirá sua vida útil e dos demais limpadores que forem colocados no futuro, com desgaste da borracha.

A estrutura geral do limpador é outro ponto crucial ao que o condutor do veículo deve estar atento. O estado de conservação do seu corpo e de seus conectores que são ligados junto ao braço, se estiverem com marcas de desgaste ou apresentando uma leve fragilidade, poderão soltar-se do braço do limpador durante o uso, o que também pode causar arranhões no para-brisa, ou até mesmo quebrá-los.

Para um limpador poder realizar a limpeza com qualidade e ter uma boa durabilidade prolongada, sem arranhar ou danificar o para-brisas, é recomendado que os proprietários dos veículos utilizem o limpador de para-brisa para uma lubrificação preventiva e sempre busquem palhetas que tenham seu rodinho de borracha, 100% EPDM, fugindo das versões de silicone ou compostos plásticos, que geralmente são materiais mais duros e menos resistentes.

#ecomotores #automotivofortaleza #fortaleza #fortalezaceara #distribuidora #oficina #caminhões #carros #mecanicos #ceará #reparo #oficinamecanica #suspensão #prevenção #manutenção #manutençãopreventiva #revisão 

Ver menos